E no Final… A Beleza de um Som

A música começou a tocar na sala, o violino, o piano, as cordas e as teclas movendo-se no tempo e no espaço, brincando de pintar no ar toda a beleza capaz de aos ouvidos chegar. Uma nocturne era o som, o delicioso envolver e abraçar dos acordes por sobre meu corpo.

Notei algo interessante e falei comigo mesmo:

“A música é a unica arte que uma vez executada adentra o nosso corpo e nos sustenta ao mesmo tempo que nos envolve, é como o próprio ar, e percebi que não se pode ser muito mais poético que a realidade, pois noto agora que a substância do som, o meio pelo qual possa existir e nos permite sua apreciação, é o proprio oxigênio que respiramos, este que adentra nossos pulmões e nos permite viver. A música, deste modo, representa a simbiose entre a vida e o prazer da vida, a linha tênue entre existir e apreciar a existência, é oque nos diferencia de outros seres, talvez mais que qualquer feito da engenharia ou descoberta avançada da ciência, pois na criação de uma bela música está intrínseco tudo o que nós somos, seres vivos com um espirito eterno, capazes de sentir e de criar, de modelar o que recebemos ao ponto de encontrar algo além do que enxergamos, uma herança ancestral a muito perdida, mais antiga que o próprio tempo, e assim transcender desde dentro do universo para encontrarmos a eternidade na beleza e no amor que une todas as almas.

  • Marcelo Jatobá de Araújo Jr.

– – – – – – – –

31/março/2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s